.textos recentes

. Com papas e bolos (2)...

. Ondas por água abaixo?

. Fotovoltaica comestivel

. Cegonhas na web

. Toyota Prius 2010

. Kepler: em busca de et's

. Moçambique: perpectivas d...

. As coisas que a gente des...

. Achado com muita energia

. Com papas e bolos...

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

Terça-feira, 24 de Junho de 2008

Interessante...

Gás para uso doméstico já é mais caro do que a electricidade

24.06.2008, Lurdes Ferreira

O preço do gás butano para consumo doméstico (GPL) já está mais caro do que a tarifa eléctrica bi-horária da EDP e caminha rapidamente para ultrapassar a tarifa simples. A diferença já ocorre em vários casos de consumo doméstico de electricidade como o PÚBLICO verificou. No caso da tarifa bi-horária, a diferença real pode atingir 12,8 %, como se prova pelo caso concreto utilizado.
Na semana passada, a bilha de butano custava cerca de 20 €, o que dava 1,54 €/kg. Para se perceber a relação de preços com a electricidade, é preciso usar o poder calorífico como medida comum. Como cada quilograma de GPL tem a energia de 12,9 quilowatts/hora (kWh), então cada kWh de GPL ficava a 0,120 €. Contudo, como na queima deste combustível perde-se 15 % do mesmo, significa que, pelos preços da semana passada, a botija de 13 kg custava 0,137 €/kWh.
Esta semana, consumidores da Grande Lisboa até ao Algarve já pagaram 21,3 € por garrafa, ao que o PÚBLICO apurou, o que corresponde a 0,149 €/kWh. O GPL paga taxa normal de IVA e ISP.

No caso real de um consumidor doméstico com tarifa eléctrica bi-horária, na cidade de Lisboa, o custo do kWh verificado é de 0,132 €, incluindo-se também neste valor todos os encargos que tornem a comparação equivalente, ou seja, a taxa de IVA de 5 %, as taxas de audiovisual e de exploração da DGGE e o encargo de potência contratada (sem estas parcelas "adicionais", o preço da tarifa bi-horária em horário de vazio ronda os 0,068 €/kWh, ou seja, praticamente metade).

Para um consumidor doméstico de gás natural até 200 m3 por ano, o custo real é de 10 cêntimos de Euro por kWh, que é inferior ao da electricidade. Com todos os encargos associados a cada opção de consumo, a garrafa de butano custa hoje mais 12,8 % do que a opção bi-horária.

O problema é que abandonar a tradicional botija significa aderir ao gás natural, mas esta fonte de energia ainda só cobre algumas zonas do país. E passar para a electricidade exige mudança de equipamentos.
A diferença, que já era conhecida em relação ao gás natural, resulta de uma tendência de aumento de preços do GPL para a qual a Autoridade da Concorrência alertou recentemente. No recente relatório sobre o mercado dos combustíveis, a entidade reguladora pede "o reforço da capacidade das entidades competentes assegurarem uma efectiva monitorização dos preços do GPL", que se encontram sujeitos ao regime de preços vigiados. É, no entanto, um mercado altamente concentrado em quatro marcas (BP, Galp, Esso e Repsol).

Múltipla penalização

Esta mudança penaliza os consumidores domésticos deste combustível, cujos preços estão indexados ao preço do petróleo, e o país. O consumidor recorre normalmente ao GPL quando não lhe é possível aceder ao gás natural, suportando ainda o IVA mais caro do que na electricidade (21 % contra 5 %) e também ISP.

O país fica também a perder se a tendência for de transferência do consumo de GPL para a electricidade, já que a factura ambiental do GPL, em termos de emissões de dióxido de carbono, é menor: um kWh eléctrico emite em média cerca de 500 g de CO2 (média entre carvão, gás natural, fuel e hídrica), enquanto o kWh de GPL ronda os 250 g. O gás natural fica pelos 200 g.


Só gostava de saber qual a petrolífera que indicou tais valores de libertação de CO2 por tipo de combustível...

 

 

sinto-me:
publicado por ehgarde às 17:33
ligação do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.ligações

blogs SAPO

.subscrever feeds