.textos recentes

. Professor, profissão peri...

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Professor, profissão perigosa

Mostrou imagens de escolas que desabaram

Professor chinês enviado para campo de trabalho por divulgar fotos de sismo na Internet

30.07.2008 - 15h06

Foto David Gray/Reuters in Público

Um professor chinês foi detido por ter partilhado fotografias de escolas que desabaram em consequência do sismo que abalou a província chinesa de Sichuan, em Maio passado, indicou hoje um grupo local de direitos humanos.

A organização Direitos Humanos na China informou que Liu Shaokun foi obrigado a cumprir um ano de “reeducação pelo trabalho”, avança a BBC.

O professor foi detido por “ter espalhado rumores e ter destruído a ordem social”, indicou o mesmo grupo.

O sismo de 12 de Maio matou 70 mil pessoas, muitas das quais eram crianças, que ficaram soterradas debaixo das suas escolas. As más condições dos edifícios das escolas públicas tornou-se um assunto delicado para o governo, e os pais enlutados chegaram a participar em diversos protestos pedindo um inquérito.

“Em vez de investigarem e pedirem responsabilidades pela construção má e perigosa dos edifícios escolares, as autoridades estão a recorrer a práticas de educação pelo trabalho para silenciar e deter cidadãos preocupados como o professor Liu Shaokun e outros”, afirmou o director executivo da organização Direitos Humanos na China, Sharon Hom.

De acordo com o mesmo grupo, a mulher de Liu Shaokun foi informada pela polícia, na semana passada, que o professor, da escola secundária de Guanghan, cidade de Deyang, tinha sido enviado para um campo de trabalho.

O sistema de “reeducação pelo trabalho” permite à polícia encarcerar um suspeito de um crime por um período que pode ir até aos quatro anos, sem a necessidade de culpa formada nem da apresentação de uma queixa formal. O sistema, em vigor desde 1957, é duramente criticado pelas Nações Unidas e diversas organizações internacionais.


Ver também aqui, aqui, e sobretudo aqui.

sinto-me:
publicado por ehgarde às 16:37
ligação do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.ligações

blogs SAPO

.subscrever feeds