1 comentário:
De Carlos Manta Oliveira a 22 de Abril de 2008 às 10:30
É fácil de admitir que sim, que com a bombagem seja possível que o caudal ecológico se deteriore, já que a água, embora circule, não vai ter apenas o seu fluxo normal.

Mas aqui é preciso pesar muito bem as vantagens e desvantagens. O consumo de energia eléctrica, por muitas racionalizações e diminuições que se façam, vai ter um valor maior durante o dia do que durante a noite.

Os modos de produção de energia mais eficientes, e em consequência menos poluidores, são aqueles que produzem uma quantidade constante de energia. Há aqui um desencontro entre o consumo real e a produção mais eficiente.

Usar barragens com bombagem permite fazer esse acerto, não apenas de aproveitar a eólica em excesso, mas também de substituir produção ineficiente por produção eficiente.

Por exemplo se consumir-mos 30 durante a noite e 90 durante o dia (não interessa a unidade), a produção eficiente só produz uma parte pequena. Se usarmos bomabagem (acumulação de energia produzida, é possível por a produção a 50 constante, e assim usar apenas produção de eficiência máxima.

Comentar texto