5 comentários:
De spanky a 7 de Julho de 2008 às 19:30
Não é muito específico, mas tem algumas respostas, verídicas ou não.

http://www.economist.com/business/displaystory.cfm?story_id=11332425
De Fernando a 7 de Julho de 2008 às 21:37
e já agora quanto tempo demoram a carregar, ou pelo menos quanto tempo demora a chamada carga rápida.
De Texas a 7 de Julho de 2008 às 21:43
Quanto custa:
Depende da evolução do preço de materiais. Um motor electrico+bateria é mais simples de produzir do que um moptor de combustão. Mas requer mais matéria prima.

Duração das baterias?
Não interessa, a ideia é tanto poder recarregar as baterias em casa como trocá-las no posto de abastecimento, em plena viagem. Funcionará exactamente como as botijas de gás hoje em dia. Quando as baterias perderem a validade serão recambiadas para a fábrica para reaproveitamento.

O plano está em marcha em Israel, o unico defeito é a renault exigir monópolio em compensação pelo investimento estrutural.


Quem
De ehgarde a 7 de Julho de 2008 às 21:52
Aguardemos por quarta-feira para ver o que é exibido quando o véu se levantar...
Só esperemos que este modelo não tenha o mesmo destino dos modelos eléctricos EV1 da General Motors ou o Saxo da Citroën.
De ehgarde a 9 de Julho de 2008 às 12:59
A montanha pariu um rato: http://ehgarde.blogs.sapo.pt/29295.html!

Comentar texto